Bananas Movie: Julie & Julia


Julie & Julia começa com uma cena emblemática, um episódio que marcaria de forma incontornável a vida de Julia Child (1912-2004). Ao desembarcar em Rouen, com destino a Paris, no final dos anos 40, Julia (Meryl Streep) tem sua primeira refeição em solo francês: um linguado tão espetacularmente bem preparado, tão cheio de manteiga, que quase a levou às lágrimas.

Do outro lado do Atlântico, décadas depois, Julie Powell (Amy Adams) tem um emprego monótono, um marido carinhoso (Chris Messina) e uma vida tão sem sobressaltos que chega a ser exasperante. Profundamente entediada e desesperada para fazer algo diferente ela cria um blog batizado de Julie/Julia Project – na vida real, inaugurado em 2003.

Para levar a cabo o projeto, ela se dispôs a preparar as 524 receitas de Mastering the Art of French Cooking, a bíblia da comida francesa traduzida às donas de casa americanas por Julia Child, e registrar no blog suas impressões.

O filme intercala a vida de Julia na França e a descoberta do que ela realmente gostava de fazer na vida, comer e cozinhar, com os percalços iniciais até chegar ao sucesso do blog de Julie nos Estados Unidos.

Bem resolvido e bastante divertido, Julie & Julia é um chick flick com potencial para agradar muito marmanjo, graças ao roteiro de ótima estrutura narrativa. De fato, uma das grandes qualidades do filme está no roteiro e na forma como foi possível equilibrar uma história mais rica e atuação igualmente mais empolgante, a de Julia/Meryl, com outra mais banal, com atuação apenas correta.

Embora Amy Adams tenha dado vida a uma Julie mais doce que a da vida real, Meryl Streep está impressionante. Ela conseguiu captar a essência da grandalhona de quase 1,90m de altura e voz de personagem de desenho animado – quem duvida pode tirar a prova em alguns dos episódios de The French Chef, programa de culinária da década de 60 estrelado pela Julia Child real, disponíveis no YouTube.

E nesse papel Meryl tem uma atuação grandiosa, em todos os sentidos, aliás. A produção usou vários artifícios para aumentar o 1,70m da atriz. Ela convence tanto no papel central, que, se a encontrasse por aí, diria: “Meryl, me faz um suflê?”.

*****
Filme leve, divertido e com a maravilhosa Meryl Streep. E ainda você fica conhecendo vários pratos da culinária francesa para dar um de culto com um amor ou amigos naqueles papos cults!

Uma resposta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s